quinta-feira, agosto 17, 2006

Nova Biblioteca Municipal na Reboleira

EQUIPAMENTO VAI ACOLHER MAIS DE 80 MIL VOLUMES

Biblioteca concluída em meados de 2007

A Biblioteca Municipal Dr. Piteira Santos estará concluída em meados do próximo ano. A obra começou no passado dia 15 de Maio e tem um prazo de execução de nove meses. O novo equipamento custa da 3,5 milhões de euros e vai acolher mais de 80 mil documentos e livros.

A nova biblioteca está a ser construída na freguesia da Reboleira e o projecto de execução «compreende uma cave com cerca de 70 lugares de estacionamento, três pisos para a biblioteca e dois para instalar serviços da Câmara Municipal da Amadora relacionados com a educação e cultura», afirma ao Notícias da Amadora o vereador Gabriel Oliveira, responsável pelo pelouro das Obras Municipais.
A construção do equipamento é comparticipada pelo Instituto Português do Livro e da Biblioteca (IPLB) em 30 por cento, mas «só para a parte do projecto referente à biblioteca. Os dois pisos destinados aos serviços da autarquia são custeados na totalidade pela câmara». As actuais instalações na rua Capitão Plácido Abreu, na freguesia da Venteira, «serão utilizadas para outras funções depois de remodelados. O espaço já não tem capacidade para continuar a acolher este serviço por muito mais tempo».
O piso zero da biblioteca está reservado à população infanto-juvenil com zonas de áudio, multimédia, sala de leitura, serviço de empréstimo de livros, espaço para a hora do conto e uma bedeteca. No primeiro piso vai funcionar um espaço social, com uma zona de exposições, um posto de Internet, um bar, espaços para leituras informais e um centro de conferências que acolherá diversas iniciativas relacionadas com a cultura.
No segundo piso vai funcionar uma sala de consulta onde vai ser possível visionar o espólio legado por Piteira Santos ao município da Amadora e que é composto por mais de 15 mil obras que incluem diversos livros, monografias e periódicos.
O IPLB classificou a Biblioteca Municipal Dr. Piteira Santos «como sendo uma das mais completas a nível nacional», diz Gabriel Oliveira. O projecto da Câmara da Amadora «pretende que este equipamento cultural também funcione como um espaço de convívio e dotou-o de uma cafetaria para não ser uma biblioteca tradicional e as pessoas poderem ter um espaço para tomar um café ou conviver enquanto fazem uma consulta».
O centro de conferências «tenciona dar mais dinamismo ao local» e «dar resposta a uma lacuna que existe no concelho». De acordo com o autarca existem vários auditórios e centros de conferência privados no município, mas a nível público «não existe nenhum. Este será equipado com gabinetes de tradução para conferências de âmbito internacional».
Gabriel Oliveira considera ainda que a construção de um parque de estacionamento subterrâneo «é uma mais valia para o equipamento». Os utentes da biblioteca «têm de ter espaços para estacionar os carros enquanto fazem as consultas ou assistem a uma conferência. Nem toda a gente se desloca a pé e é uma forma de aproximar a cultura das pessoas».
A Câmara Municipal da Amadora está a estudar o arranjo paisagístico da zona envolvente da biblioteca e a remodelação das vias rodoviárias. Depois da obra concluída e da transferência do património, «será uma das zonas mais nobres do concelho» e «não pode haver confusões ao nível do trânsito».
Apesar da Biblioteca Municipal Dr. Piteira Santos ainda não estar concluída, o seu primeiro pólo foi inaugurado em Setembro do ano passado, na freguesia de São Brás, na altura do aniversário do município. Este espaço, com uma lotação de 40 lugares, tem um serviço de leitura, uma sala infantil, um espaço para exposições e actividades regulares e uma sala multimédia.
In www.noticiasdaamadora.com.pt Edição 1631 - 2006-06-08
Site das Bibliotecas da Amadora: http://www.bibliotecas.cm-amadora.pt

2 Comments:

Blogger SwáSthya Yôga said...

Olá!

Acho o projecto da nova Biblioteca bem lindo e mais um valor à cidade. Irei contribuir com uma dezena de livros para que seja uma das melhores de portugal.

Gostaria de divulgar a Escola da Universidade de Yôga também na Amadora.
Vamos fazer crescer a nossa Cidade com a máxima qualidade :)

www.yogamadora.com

Abraços

19 de outubro de 2007 às 20:27  
Anonymous Anónimo said...

O nome da Biblioteca não é Peiteira, mas Piteira Santos.

7 de maio de 2009 às 22:03  

Enviar um comentário

<< Home

online